quarta-feira, 30 de setembro de 2020

Seja forte, quando estiver se sentindo forte. E quando não estiver forte, acolha a sua fraqueza, compreenda a sua dor, angústia e tristeza. Só assim, conseguirá dar um passo à frente em busca da sua força, novamente. Se isso é simples assim? Claro que não! Cada um de nós tem sua história - e nela está contida o nosso mandato de vida. Aquele que a gente aprendeu com a cultura familiar e, a partir das mensagens e dos eventos que provocaram marcas em nossas vidas. Às vezes, nos permitirmos a vulnerabilidade. Geralmente, a negamos! Queremos manter uma imagem pessoal de fortaleza! A que custo? Da própria doença, do sorriso sem vontade, da maquiagem disfarçando dores e olheiras. Toda a dor tem um propósito: sinalizar que algo não está bem e que precisa de um olhar generoso e amoroso para encontrar a sua cura. Permita-se sentir! Permita-se ser HUMANO! 😘  

terça-feira, 29 de setembro de 2020

Como desenvolver lideranças em tempos de pandemia?

Estamos há 6 meses, vivendo diferentes cenários nas empresas, durante a pandemia COVID 19. 

É fato que mudanças nas legislações, através dos decretos e a busca pela sobrevivência e sustentabilidade das organizações tornaram-se prioridades. Com isso, desde março, os programas de desenvolvimento que constavam em planejamentos estratégicos foram suspensos ou até mesmo cancelados.
 
Agora, já adaptados a um vírus que não é mais desconhecido nos seus riscos, e com as medidas de segurança, proteção e higienização amplamente disseminadas nas empresas, já chegou a hora da retomada do desenvolvimento de lideranças. Afinal de contas, uma empresa que não se desenvolve, também não cresce e nem alavanca resultados e muito menos prepara seus colaboradores para a rápida adaptação às mudanças.

Hoje, com 10 anos de 3up, já somos reconhecidos por oferecermos soluções de desenvolvimento consistentes, inovadoras e que conectam pessoas e resultados.

Desde junho, estamos sendo procurados pelas áreas de recursos humanos, para a realização de soluções, online e ao vivo, que impulsionem os resultados, fortaleçam as mudanças, acolham as emoções e desenvolvam as lideranças na gestão das suas equipes no formato presencial e virtual.

Já fazia parte do nosso portfólio a realização de Team Coaching, Assessment, Coaching e Mentoria. Contudo, agora, esses programas de desenvolvimento para lideranças incluem como temas: gestão das emoções, conexões virtuais, gestão de mudanças e conflitos, e, o novo normal da cultura organizacional.

Se você tiver interessado no jeito 3up de desenvolver pessoas, entre em contato conosco. Será uma honra contribuir com a sustentabilidade e o crescimento da sua empresa e das suas equipes. Kátia Magni

quarta-feira, 9 de setembro de 2020

Dia do Administrador

Hoje é dia do Administrador. Parabéns para nós.  Eu, Kátia,  também sou administradora.  Me formei em Administração de Empresas - pela PUC RS, em 1995. Meu primeiro vestibular foi para Computação, o segundo para Análise de Sistemas e o terceiro para Administração de Empresas. Passei, nesse último, graças a Deus! Me achei no curso. 

Quando me formei me senti uma Administradora! Até que, em minha primeira entrevista, o empresário me questionou: agora, que está formada, o que você administra? Um grande silêncio! E eu respondi: nada! Logo pensei: Tenho muito “chão” pela frente. Não sei o que é administrar uma empresa, de verdade. Conheci teorias, mas a não sei como é a vida real de uma administradora. Ali me dei conta que quando alguém saí da faculdade, ainda falta muito para estar qualificada para o seu papel profissional. Aprendi que tinha que buscar experiências significativas para a minha carreira e que precisaria ter mais qualificações. Hoje, me sinto orgulhosa da minha trajetória. Conquistei posições até o nível executivo, estou na décima qualificação acadêmica, passei por empresas de grande porte desafiadoras e, nesse ano, completo 10 anos administrando a minha empresa. O que mais tenho pela frente? Um mundo de possibilidades! A cada novo repertório, me sinto mais motivada a contribuir para as pessoas e empresas crescerem. Amo o que eu faço, amo a minha empresa, meus clientes, os parceiros que escolhi e tenho uma admiração enorme pelo meu sócio e Administrador Vanderlei Magni - você está gerenciando  essa pandemia com maestria! Aos meus colegas: meu carinho, respeito e torcida pelo sucesso de cada um. Um lindo dia! 😘 💖

terça-feira, 8 de setembro de 2020

Felicidade foi-se embora?



Santo Tomás de Aquino ressaltou que toda pessoa, em tudo o que faz, busca a própria felicidade. 
Há que se distinguir felicidade, alegria e prazer.
Prazer é agradar os cinco sentidos: degustar um bom vinho, contemplar uma pintura, ouvir uma boa música etc. Os prazeres são momentâneos. Não duram. E quem os confunde com felicidade fica sempre em busca de novas sensações no intuito de se sentir feliz. 
Alegria também é momentânea. Sentimos alegria ao rever a pessoa amada, ao receber uma homenagem, ao assistir a um bom filme, ao comemorar a vitória do time de nossa preferência, ao celebrar uma data importante com a família e os amigos; ou ao vencer um desafio profissional.
No entanto, ninguém sente prazer ou alegria acometido por uma doença, diante de uma catástrofe natural ou sofrendo perseguição. Porém, ainda assim pode sentir-se feliz. Eis a diferença. Mesmo sob a dor e o sofrimento uma pessoa pode ser feliz, desde que saiba integrar as adversidades no sentido que imprimiu a sua existência.
Cinco fatores dificultam, hoje, a nossa felicidade:
1) A indiferença entre à desigualdade social e o individualismo exacerbado; 
2) A acelerada mercantilização da vida individual e social: a felicidade é identificada com a satisfação do maior número de necessidades reais e supérfluas; 
3) A prática de preconceitos e a ascensão dos fundamentalismos; 
4) O sequestro da democracia pelas elites financeiras, que transformam a política  na simples administração do “roubo” e da corrupção legais; 
5) A dedicação obsessiva ao trabalho, que induz a sacrificar certos prazeres e alegrias, confortos e tranquilidades, a fim de satisfazer a paixão pelo poder, pelo sucesso e/ou pelo lucro. 
Aprecie essa obra que traz tanto conteúdo para o nosso autoconhecimento e reflexão sobre felicidade. Eu amei. Um bj no coração.